Bibliofilia: Amor por livros e por ler. O Bibliófilo ama ler e sente devoção pelos livros, colecciona-os e admira-os.

19/03/2011

Mofo


Se uma casa velha ou fechada cheira a mofo, abrem-se portas e janelas para arejar...
O que fazer quando um livro cheia a mofo? Comprei um livro em segunda mão, e cheira imenso a mofo! A mofo mesmo, não a livro velho ou manuseado. Reparei no alfarrabista, mas no meio daquele cheirinho a livros não me apercebi que cheirava tanto a mofo, e o livro até está em muito bom estado. Já peguei em livros com 100 anos com melhor aroma. Felizmente não tem marcas de humidade (senão não o tinha comprado), deve ter estado guardado muito tempo numa divisão ou caixa a tresandar fungos.
Não tenho nada contra os fungos, sou a favor de todas as formas de vida do planeta, desde que não vivam nos meus livros.
Sugestões?


E já agora, a propósito de cheiro de livros.... O meu pai falou-me disto há tempos, mas pensei que era uma piada. Ainda assim não estou segura que não seja. 

13 comentários:

  1. Cat, cuidado com o livro, não o ponhas junto com os outros! Ouvi dizer que o mofo se espalha para os outros; acho eu que era o mofo, pelo menos.

    Quanto à limpeza, encontrei isto num site: "(...)Se o estrago já foi feito, use uma escovinha macia e passe um pouco de vinagre branco delicadamente para não manchar as páginas, espere até que as paginas sequem antes de fechar o livro." Não faço ideia se dará bom resultado. O__O

    ResponderEliminar
  2. lol fartei-me de rir! Costumo ter esse pensamento enquanto não chegam os livros em 2ª mão que compro pelo amazon, british people lol
    mas até agora não me aconteceu isso, contudo a solução é pegares metes o livro no estendal virado para o sol a arejar e secar as páginas bem, pelo menos era o que faria se me acontecesse!

    Quando a isso de usar no kindle o cheiro a livros, talvez seja possível não sei, acho que no mundo que vivemos é só ser criativo que tudo se consegue lol

    ResponderEliminar
  3. Não faço ideia Cat, o que eu sugiro é que o deixes separado dos restantes livros e ao ar...
    Deixo-te este link:
    http://oclerigo.blogspot.com/2010/09/dica-como-tirar-cheiro-de-mofo-de-seus.html

    Mas não sei se irá funcionar! =/

    Bijinho*

    ResponderEliminar
  4. Encontrei mais este que me parece credível Cat:
    http://audiolist.org/forum/viewtopic.php?p=40278#40278

    ResponderEliminar
  5. Obrigada a todos!
    Slayra, já o tirei da estante, assim que vi que o cheiro não passou over-night. Sim, o mofo são fungos, por isso podem passar para os outros desde que haja humidade suficiente.

    Clube dos livros, não sei como é que se deixa chegar os livros a este ponto. Morei cerca de meio ano (os meses do Outono e Inverno) numa casa muito muito muito húmida. Ao ponto da minha roupa guardada no armário ficar a cheirar a mofo o.O Mas mesmo assim os meus livros não ficaram assim!!

    O meu primeiro instinto foi precisamente deixar os livros ao sol, mas tal como aparece num dos links da Elphaba (obrigada linda!) o melhor é deixar a luz indirecta. Coisa que não fiz, e ao fim de meia hora o livro ficou meio encarquilhado lol já mudei de sítio, continua ao calor, mas sem luz directa.

    Reparei entretanto que o cheiro vem principalmente da capa, e muito mais forte na sobrecapa! Quando a tirei vi que de facto tinha umas manchinhas, que limpei com um pano. Sem a sobrecapa o cheiro já não é tão forte!
    Vou continuar com o livro ao ar sem a sobrecapa, a ver como a coisa evolui.

    obrigada pelas dicas :D

    ResponderEliminar
  6. Esse spray com perfume a livros é que é! XD
    Agora dicas, nem sei, mas acredito que as dos comentários acima devam funcionar (tirando a solução com vinagre, que pessoalmente eu não usaria).

    ResponderEliminar
  7. Ana, não estou a pensar usar o vinagre. Provavelmente resultaria (vinagre=ácido acético= mata bichos), se fosse aplicado com mestria e técnica, coisa que não sou capaz.

    vou dando notícias da evolução do mofo :P

    ResponderEliminar
  8. Ana Luisa, Não estás a perceber. Eu adoro o cheiro a velho. Mas não é o mesmo que cheio a mofo ;)

    ResponderEliminar
  9. Cat, livra-te de imediato desse livro.
    Tal como uma criatura lovecraftiana, o mofo vai começar por tomar conta do teu nariz, propagando-se aos teus livros, à tua sala, à tua casa, e por fim tomando conta da tua vida.

    Procura a edição não-mofo do mesmo.
    Não será uma tarefa fácil, uma vez que há editoras especializadas em colocar no mercado, livros e autores que trazem em si um verdadeiro e terrivel mofo, mas sem cheiro( falo dos livros, que dos autores nada sei!).

    Devido ao mofo e aos ácaros, "sofro" de alergia em presença de livros mais antigos, e nem num miserável tugurio de alfarrábio consigo entrar hoje em dia.O que me obriga a comprar livros mais caros, porque sempre em edições recentes.

    Por isso, repito, livra-te desse maldito livro enquanto podes.Não há nenhuma "mézinha" que vá curar o mal de que ele padece.
    Envia-o para algum deputado ou ministro da nossa nação.Livras-te da praga e eles nem dão pelo cheiro!:):):)

    ResponderEliminar
  10. correção:onde se lê "eles não dão pelo cheiro" ler "eles não dão pela diferença de cheiro"..:):)

    ResponderEliminar
  11. Archeth o que eu me ri com o teu comentário :D
    Eh pah não me digas que o livro não tem solução. Não em quero desfazer dele!Já passei algum tempo a limpá-lo e a fazer-lhe massagens curativas, agora já tem valor emocional :P
    Eu não sou uma pessoa alérgica, passo a vida enfiada nos alfarrabistas do Porto :D

    ResponderEliminar
  12. Cat, quem me dera poder fazer-te companhia por esses saudosos alfarrábios do Porto.
    Tal como presumo o sejas nessas alturas, também já fui feliz!:):)
    Mas esses malditos fungos e os não menos diabólicos ácaros, assim que suspeitam que estou a manusear algum livro que consideram sua propriedade, reduzem-me a um "fungoso" como parte deles e impedem-me de respirar, qual Cthulhu asmático!

    Daí a minha preocupação contigo:eu também não era alérgico...até ao dia em que passei a sê-lo:):)..Para desgraça total da minha vida, só faltava tornar-me alérgico a livros de edições recentes, que aos respectivos preços que eles têm não há quem o não seja!:)

    ResponderEliminar